quarta-feira, 18 de novembro de 2009

Moção de Apoio a FAG - Federação Anarquista Gaúcha

No dia 29 de outubro de 2009, ocorreu mais um ato de afronta aos
Movimentos Sociais brasileiros. A Polícia Civil do Rio Grande do Sul,
a mando da governadora Yeda Crusius (PSDB), invadiu a sede da FAG
(Federação Anarquista Gaúcha), apreendendo documentos e equipamentos,
além de abrir processos criminais por injúria, calúnia e difamação. A
justificativa de tal ato foi a produção de materiais pela FAG, nos
quais a governadora é responsabilizada junto à Brigada Militar
(Polícia Militar Estadual) pelo assassinato do integrante do MST,
Eltom Brum da Silva bem como reivindicando a saída da governadora e
denunciando as medidas políticas de cunho neoliberal do Banco Mundial.
Foi procurado também identificar o responsável pelo site
www.vermelhoenegro.org, expressando uma ameaça à liberdade de
expressão.
Nós do CALHEV (Centro Acadêmico Livre de História Eunaldo Verdi)
viemos através desta manifestar nossa solidariedade à FAG em repúdio
frente às atitudes da governadora do estado do Rio Grande do Sul.
Acreditamos que, independente da variedade de posicionamentos
políticos dentro do CALHEV, não podemos nos calar frente à atitudes
criminosas desta natureza que ferem direitos democráticos básicos,
afirmando que essa luta também é nossa. Com esta carta queremos pesar
as justas reivindicações de fim aos
processos judiciais e a devolução de todos os bens apreendidos da FAG
como a garantia das liberdades democráticas que foram violadas pelo
Estado.

Não tá morto quem peleia!